25 de jun de 2017

Rua Santos Dumont - 1952


Registro feito pelo fotógrafo Kenji Ueta em 1952.

A via no primeiro plano é a rua Santos Dumont. Na sequência, a praça da Rodoviária onde é possível identificar um bosque de essências nativas ainda jovens. Essa pequena área verde foi mantida pela Companhia Melhoramentos Norte do Paraná até 1959, quando, após um conflito, o prefeito Américo Dias Ferraz ordenou a retirada das árvores do local. 

Fonte: Foto - Kenji Ueta / Acervo Maringá Histórica. 

24 de jun de 2017

Farmácia Lucas e Clínica do Dr. Hélenton Borba Côrtes - Década de 1950


Localizado na avenida Brasil (nº 3.505) esquina com a avenida Herval, este prédio foi ocupado nas décadas de 1950/1960 por dois estabelecimentos da área da saúde. No térreo estava instalada a Farmácia São Lucas; no primeiro andar, a clínica do Dr. Hélenton Borba Côrtes

Foi na clínica do Dr. Hélenton que funcionou um dos primeiros ambulatórios médicos gratuitos da cidade, ainda anos de 1950. Outra curiosidade é que há dizeres em japonês acima da placa do consultório (kanji). O detalhe é que o médico não tinha descendência nipônica. Alguém saberia o motivo dessa estratégia?

Mesmo com pequenas modificações, a arquitetura deste prédio segue preservada nos dias de hoje. 

Fonte: Acervo Maringá Histórica / Museu Unicesumar / Foto - Kenji Ueta. 

Joubert de Carvalho em Maringá - Década de 1970


Ao lado de seu busto, que fora inaugurado em setembro de 1972 na praça Raposo Tavares de frente com a rua leva seu nome, o médico e compositor Joubert de Carvalho posa para o registro do fotógrafo Kenji Ueta.

Essa talvez seja uma das últimas imagens de Joubert em solo maringaense, tendo sido efetuada entre 1972 e 1975. Ele morreria pouco tempo depois, em de 20 de setembro de 1977, vítima de pneumonia.

Homem culto e refinado, chegou também a escrever um romance: Espírito e Sexo, que se aproxima de um ensaio social. Como médico, também foi muito talentoso e um dos pioneiros no Brasil da Medicina Psicossomática. Autor de mais de setecentas composições editadas, no final da vida, Joubert de Carvalho se afastou do mundo musical, pois os novos estilos surgidos deixaram pouco espaço ao romantismo do seresteiro que, de certa forma, ele foi. 

Fonte: Acervo Maringá Histórica / Museu Unicesumar / Foto - Kenji Ueta. 

18 de jun de 2017

Redação de O Jornal - 1957


Raríssimo registro da redação do impresso O Jornal, em 1957. Ao fundo, o jornalista Ivens Lagoano Pacheco (óculos escuros) com dois visitantes; no primeiro plano, o diretor comercial do veículo de comunicação, Ary Vargas.

A outra imagem mostra a oficina de O Jornal, com a "moderna" linotipo e sua equipe de colaboradores conduzindo o processo de impressão. 


Fundado em 1950 por Avelino Ferreira e Leonor do Lago Ferreira, tinha caráter experimental e embrionário, usando o nome de "O Jornal de Maringá". Funcionou pouco tempo e sem periodicidade definida, dada a grande dificuldade tecnológica e financeira. 

Em 5 de abril de 1953, o empresário do setor das comunicações Samuel Silveira retomou a ideia de fazer circular um impresso pela cidade. Dava início às atividades de O Jornal, que começou como um semanário e, em pouco tempo, tornou-se diário. 

Fonte: Revista Isto é Maringá, 1957 / Gerência de Patrimônio Histórico / Acervo Maringá Histórica. 

Edifício Prosdócimo - 1957


Registro da rua Santos Dumont esquina com a então rua Gerenal Câmara (atual Basílio Sautchuk), em 1957.

À direita está o Edifício Prosdócimo, onde funcionou durante décadas a empresa homônima que era uma filial do grupo fundado por João Prosdócimo em Curitiba no ano de 1949. Em Maringá, a filial foi inaugurada em 10 de maio de 1954.

Detalhe para a marquise do prédio, na esquina, onde há duas bandeiras hasteadas em seus mastros: a do Brasil e a do Paraná. Na época ainda não havia sido concebida o desenho da bandeira de Maringá. 

Mesmo com modificações, a arquitetura deste prédio segue preservada. Atualmente, o espaço é ocupado pela Associação Comercial e Empresarial de Maringá (ACIM) e diversas outras entidades de classe. 

Fonte: Revista Isto é Maringá, 1957 / Gerência de Patrimônio Histórico / Acervo Maringá Histórica.