Pioneiro: Octávio Periotto

1945

Imagem de Octávio Periotto quando concorreu nas eleições municipais de 1956

Proveniente do interior de São Paulo, Octávio Periotto, junto de sua esposa Victória e sete filhos, se mudou para Maringá em 1945. A vinda foi estimulada por Napoleão Moreira da Silva, que garantiu que a região era o "Novo Eldorado" do Noroeste do Paraná.

Assim que Octávio Periotto chegou na nova cidade, adquiriu o Hotel Guaíra, empreendimento que comandou por pouco mais de um ano. A falta de mão de obra especializada dificultava a qualidade no atendimento, fato que o obrigou a vender o estabelecimento. 

Empreendedor nato, Periotto também montou a primeira sorveteria de Maringá. Com a venda do hotel, optou por investir no ramo de grande ascensão daquele período: uma casa de secos e molhados. Depois, abriu a primeira fábrica de refrigerantes da região e também foi o primeiro fornecedor de energia elétrica do "Maringá Velho". 

No campo social e político, Octávio Periotto teve grande destaque: liderou a comissão em prol da construção da Capela Santa Cruz (que foi inaugurada em 1946); tornou-se Juiz de Paz, entre 1951 e 1954, quando realizou 4.336 casamentos; foi presidente do Partido Republicano Progressista (PRP), pelo qual saiu candidato a prefeito da cidade em 1956; também estimulou a organização e promoção da primeira Banda Municipal de Maringá. 

Na corrida eleitoral de 1956, Periotto ficou popularmente conhecido como o "candidato dos botinudos", por conta das botinas que tinha costume de calçar. Apesar de derrotado, o prefeito que se elegeu, Américo Dias Ferraz, o nomeou como administrador escolar do Município (cargo atualmente conhecido como secretário de Educação). Acabou ficando no cargo por 18 anos, período que viabilizou a construção de trinta escolas rurais e 3 grupos escolares. Este trabalho lhe rendeu o título de "Velho Guerreiro da Educação". 

Octávio Periotto faleceu aos 71 anos, em 17 de julho de 1978.

Fonte: Centro de Documentação Luiz Carlos Masson / Acervo Maringá Histórica. 




Foram encontrado(s) 4 registros relacionados ao pioneiro Octávio Periotto

1950

Capela Santa Cruz - Década de 1950

Em um terreno doado pela então Companhia de Terras Norte do Paraná, a Capela Santa Cruz foi construída na então Rua Moscados, atual Santa Joaquina de Vedruna. Foi com o empenho de empresários e moradores que este sonho se tornou realidade entre os anos de 1945 e 1946.Dentre esses apoiadores estão Ângelo Planas, Rodolp[...] Leia mais


1949

Consultório Médico do Dr. Galileu Pasquinelli

Eis o consultório médico do Dr. Galileu Pasquinelli em 1949. Ficava localizado em frente ao então Grupo Escolar do Maringá Novo, atual Escola Oswaldo Cruz, na atual Rua Octávio Periotto.Na década de 1950, Dr. Pasquinelli estruturou um hospital na Avenida São Paulo esquina com a então Rua Aquidaban, atual Rua Néo Alves [...] Leia mais



1940

Galileu Pasquinelli Filho

Galileu Pasquinelli Filho nasceu em 18 de setembro de 1924. Chegou a Maringá na segunda metade da década de 1940.Como médico, atuou na cidade em um consultório que manteve na rua Octávio Periotto (foto), em frente ao então Grupo Escolar do Maringá Novo (hoje Escola Municipal Dr. Oswaldo Cruz). Ainda, participou como sócio fundador da Sociedade Médica de Maringá, em dezembro de 1949. Também foi um dos proprietários do Hospital e Maternidade São José, inaugurado no final da década de 1940. Lo[...]

Leia Mais

Inscreva-se

* respeitamos nossos inscritos, não enviamos spam.

Inscreva-se

* respeitamos nossos inscritos, não enviamos spam.

Cookies: nós captamos dados por meio de formulários para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.