20 de dez de 2010

Pioneiro: Primo Monteschio

Apesar de Primo Monteschio ter nascido em Sertãozinho, São Paulo, foi em Pitangueiras que cresceu e se casou com Ruth Martins. Da união surgiram seis filhos: Álvaro, Agda, Sônia, Maria Inês, Ivan e Marcos.

Em Maringá, mais especifícamente, no "Maringá Velho", Primo Monteschio chegou a 14 de abril de 1946. No núcleo inicial, ele, como dentista prático, instalou o primeiro consultório odontológico.

Adriano José Valente, Ruth e Primo Monteschio e o Pe. Sidney Zanettini.

Nas primeiras eleições municipais, em 1952, ficou como suplente de vereador. Cargo que chegou a ocupar até 1956. No pleito seguinte, logrou-se vereador. Fato que se repetiu em 1964. No ano de 1968, encerrou sua carreira política e focou a vida empresarial.

Primo Monteschio foi dentista, agricultor, piloto civil e comerciante de artigos dentários. No final da década de 1960, ao lado do filho Álvaro, fundou uma das empresas funerárias mais importantes do Norte do Paraná: Serviço Social e Luto Funerária Maringá. A empresa chegou a contar com uma frota especial para transporte para todo o país, além de uma capela mortuária e necrotério particular. Dentro deste contexto, ainda foi fundado o Plano Social Maringá, que era um conceito moderno para a época: com baixas mensalidades, todas as classes sociais poderiam se preparar para o momento da morte de um ente querido.

Capela Mortuária Particular.

Segundo relatos, não raro, Primo Monteschio era visto chorando nos funeráis de seus amigos.

Primo Monteschio faleceu a 19 de outubro de 1986.

Fonte: Maringá Ilustrada - Maio de 1972 / Acervo Maringá Histórica.

Um comentário:

  1. Lembro odos Mosteschio funerária ou to viajando?!.....

    ResponderExcluir