8 de dez de 2010

Pioneiro: Luty Vicente Kasprowicz

Nascido a 17 de junho de 1931 em Curitiba, se casou com a Dra. Thelma Villanova, filha do primeiro prefeito de Maringá, Inocente Villanova.

Luty cursou o primário e o secundário no Colégio Dom Miro Cezar na capital paranaense. Em 1931, graduou-se como oficial da Reserva do Centro de Preparação de Oficiais do Estado do Paraná. Conquistou o diploma de engenheiro civil em 1955, pela Universidade Federal do Paraná.

Chegou a Maringá, em definitivo, no ano de 1956, para ocupar na ocasião, o cargo de engenheiro da recém constituída Prefeitura da cidade, onde seu sogro havia acabado se tornar prefeito. Um ano depois, Luty constituiu sua empresa de Projetos e Construções. Em 1958, ocupou o cargo de engenheiro da comissão de constituição dos primeiros silos e armazéns do Instituto Brasileiro do Café (IBC) no norte do Paraná.

É pós-graduado em Geologia e Mecânica de Solos. Foi o único representante brasileiro na II Mesa Redonda Pan Americana de Arquitetos realizada em São Paulo, em 1962.

Além disso, foi o primeiro secretário de Obras e Viação de Maringá, durante a gestão de João Paulino Vieira Filho (1960-1964). Posição que voltou a ocupar durante a gestão de Adriano José Valente (1969-1972).

Fonte: Revista Maringá Ilustrada - Maio de 1972 / Acervo Maringá Histórica.

6 comentários:

  1. Dra. Thelma Villanova Kasprowicz Foi minha pediatra. Mulher corajosa... fazia um trabalho social como poucas e devo minha vida a sua intuição e perspicácia como médica.

    ResponderExcluir
  2. Arrume um lugarzinho e a foto dela aqui também Miguel!

    ResponderExcluir
  3. Miguel, o Luty foi presidente da AEAM entre 1960 e 1962

    ResponderExcluir
  4. Miguel, ele foi sogro do hj ministro interino, Ricardo Barros, Débora, é a única filha do casal, viva. Tinham um filho também que morreu ainda bem jovem, num acidente. Esta parte traumática da história da família poucos contam...

    ResponderExcluir
  5. Miguel, ele foi sogro do hj ministro interino, Ricardo Barros, Débora, é a única filha do casal, viva. Tinham um filho também que morreu ainda bem jovem, num acidente. Esta parte traumática da história da família poucos contam...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estudei com o filho dele Chrystian no colégio Santo Inácio. Do que Chrystian morreu?

      Excluir