24 de out de 2010

Pioneiro: Dr. Hélenton Borba Cortes

Eis o prédio em que funcionou a clínica do Dr. Hélenton Borba Cortes em 1952, na Avenida Brasil esquina com a Avenida Herval. O espaço, apesar de algumas modificações na estrutura, ainda mantém as mesmas características.

Hélenton Borba Cortes nasceu em 24 de maio de 1920 em Curitiba-PR. Concluiu o curso de medicina em 17 de dezembro de 1946 pela Universidade do Paraná. Um ano depois, a 28 de junho, se casou com Giorgina Falcão Brandão, com quem teve sete filhos.

O Dr. Hélenton chegou a Maringá em 7 de abril de 1951, onde instalou o Posto de Higiene de Maringá. Lutou em prol do funcionamente deste braço da Secretaria da Saúde Pública do Paraná. Depois, tratou de adquirir um terreno para a construção definitiva do Centro de Saúde de Maringá.

Borba Cortes foi fundador do Ambulatório Médico Odontológico Oswaldo Cruz em 1955, órgão pertencente a Loja Maçônica da Justiça de Maringá, entidade a qual também foi atuante. Poucos sabem, mas a Loja da Justiça (Maçônica), em alguns períodos do mês, funcionava como Hospital para pessoas com poucos recursos financeiros.

Durante a década de 1950, Dr. Hélenton atuou em diversos setores da cidade de Maringá. Dentre alguns deles: foi redator do O Jornal de Maringá, sócio fundador do Rotary Clube em 1952, professor de ciências naturais no Ginásio de Maringá e eleito presidente do Rotary em 1959.

Também atuou na vida política. Hélenton ficou como suplente da vereança nas eleições de 1960. Neste período, foi convocado e assumiu o cargo. Na época, também foi convidado para ser o primeiro Secretário de Educação, Saúde e Assistência Social de Maringá.

Em 1962, o Dr. Borba Cortes foi agraciado com o título de cidadão Benemérito da Maçonaria Paranaense, pelos serviços prestados a entidade.

De 1965 a 1966 foi governador do Rotary Clube do distrito rotário 463. Idealizou e fundou, com apoio de diversos colegas, o Clube do Médico de Maringá em 1967. Hélenton foi correspondente de alguns periódicos médicos de nível nacional. Além de ter sido médico chefe do Instituto Médico Legal de Maringá. Em 1968, concorreu ao cargo de vice-prefeito de Maringá.

Nos anos de 1969 a 1971, Dr. Hélenton participou de diversas bancas examinadoras da Faculdade de Direito de Maringá. Em 1973, se tornou Professor orientador da mesma Faculdade.

Borba Cortes atuou na profissão durante 42 anos ininterruptamente, vindo a falecer em 8 de fevereiro de 1988.

---

O leitor Altair Galvão dá sua contribuição - o Dr. Hélenton era, também, o médico que atendia os funcionários da RVPSC (Depois passou a ser Refe Ferroviária Federal) e ele atendeu à minha família desde 1956, quando aqui chegamos. Era um médico muito atarefado, mas nunca se preocupava com dinheiro, ou seja, atendia os pobres e ricos da mesma forma. Eu frequentei muito o seu consultório, pois na infância era acometido por uma bronquite alérgica muito forte. Outra coisa, em época de eleições, ele pedia votos para seu irmão, o Divonsir Borba Corte (...).

Fonte: Gerência de Patrimônio Histórico de Maringá / Acervo Maringá Histórica / Revista Tradição.

Um comentário: