Doadores do busto de Napoleão Moreira da Silva - 1962

1962

Nas comemorações dos 15 anos de Maringá, a gestão do prefeito João Paulino Vieira Filho preparou diversas solenidades. Uma das mais emblemáticas aconteceu em parceria com a iniciativa privada, quando a Companhia Melhoramentos Norte do Paraná viabilizou a urbanização da praça Napoleão Moreira da Silva com projeto do arquiteto paulista José Augusto Bellucci. O reconhecimento ao empresário e político baiano, falecido em um acidente aéreo no ano de 1957, se deu com grande prestígio de autoridades e familiares. 

Foi naquele contexto que o médico Waldemar Prandi, que também era afeto às artes plásticas, concebeu um busto do homenageado. Mas era necessário investir 120 mil cruzeiros para adquirir, a partir do molde feito pelo médico, o busto em bronze para ficar exposto no logradouro. Dessa feita, 53 pessoas doaram valores diversos para viabilizar o reconhecimento público a Napoleão Moreira da Silva. 


O busto foi produzido pela Fundição Bronzes Artísticos J. Rebellato, em São Paulo, tendo sido entregue em 7 de maio de 1962. Entretanto, o mesmo só foi oficialmente inaugurado 10 anos depois, com a presença do então prefeito Adriano José Valente e da viúva do homenageado, Armelinda Fernandes Moreira. 

A preço de hoje, Cr$ 120.000,00 (cento e vinte mil cruzeiros) valeria R$ 4.539,46, atualizando o valor pelo IPC-FIPE. Já atualizando pelo IGP-DI, valeria R$ 20.132,54, segundo Marco Antonio Deprá. 


Fonte: Acervo Maringá Histórica / Contribuições de Marco Antonio Deprá. 

Compartilhe

Inscreva-se

* respeitamos nossos inscritos, não enviamos spam.

Inscreva-se

* respeitamos nossos inscritos, não enviamos spam.

Cookies: nós captamos dados por meio de formulários para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.