RARIDADE - Detalhes sobre a geada de 1979

1979

Mais um conteúdo exclusivo resgatado pelo Maringá Histórica. 

No vídeo raro, o repórter Messias Mendes entrevista o então diretor do IBC (Instituto Brasileiro do Café) em Maringá, Eseron Rose Buhrer, o qual detalha os prejuízos causados pela geada ocorrida em julho 1979.

Poucos se lembram, mas além da geada negra que dizimou os cafezais em julho de 1975, o Paraná contabilizou outras cinco geadas entre o final dos anos 1960 e a década seguinte: 1969 (geada forte), 1972 (geada forte), 1978 (geada leve), 1979 (geada leve) e 1981 (geada forte). Depois foram quase 13 anos sem que outra intempérie climática como esta atingisse o estado. 

Se utilizar este material, cite a fonte: Acervo Maringá Histórica.

Compartilhe

Inscreva-se

* respeitamos nossos inscritos, não enviamos spam.

Inscreva-se

* respeitamos nossos inscritos, não enviamos spam.

Cookies: nós captamos dados por meio de formulários para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.