Pintor cai do 2º andar durante as obras da Kalahari - 1983

1983

No dia 10 de novembro de 1983, por volta das 13h45, o pintor Elias Gituruno caiu do 2º andar do edifício em construção em cima do Cine Plaza, na praça Raposo Tavares. 

O ferro que segurava o balancim, que servia de apoio para o trabalho nas paredes externas do prédio, quebrou e o pintor caiu de costas sobre entulhos que estavam na calçada. Após ser levado ao pronto-socorro do Hospital Santa Rita, ficou constatado que Elias Gituruno nada sofreu de mais grave com a queda, apenas contusões e escoriações no tórax e na coxa da perna direita. 


O ferro do balancim quebrou, ocasionando o acidente com o pintor

A empresa responsável pela obra era a Construtora Rossi, que alegou que Elias era contratado de uma terceirizada para prestar o serviço de pintura. 

O imóvel era de propriedade de José Ferreira Branco, o folclórico Zé Português, e suas obras visavam a instalação de uma casa noturna. Em 25 de novembro daquele ano seria inaugurada no local a Kalahari, que era comandada por empreendedores da noite maringaense. 

Fonte: O Jornal de Maringá - 11 de novembro de 1983 / Gerência de Patrimônio Histórico de Maringá / Acervo Maringá Histórica.

Compartilhe

Inscreva-se

* respeitamos nossos inscritos, não enviamos spam.

Inscreva-se

* respeitamos nossos inscritos, não enviamos spam.

Cookies: nós captamos dados por meio de formulários para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.