22 de dez. de 2019

Pintor cai do 2º andar durante as obras da Kalahari - 1983


No dia 10 de novembro de 1983, por volta das 13h45, o pintor Elias Gituruno caiu do 2º andar do edifício em construção em cima do Cine Plaza, na praça Raposo Tavares. 

O ferro que segurava o balancim, que servia de apoio para o trabalho nas paredes externas do prédio, quebrou e o pintor caiu de costas sobre entulhos que estavam na calçada. Após ser levado ao pronto socorro do Hospital Santa Rita, ficou constatado que Elias Gituruno nada sofreu de mais grave com a queda, apenas contusões e escoriações no tórax e na coxa da perna direita. 

O ferro do balancim quebrou, ocasionando o acidente com o pintor.

A empresa responsável pela obra era a Construtora Rossi, que alegou que Elias era contratado de uma terceirizada para prestar o serviço de pintura. 

O imóvel era de propriedade de José Ferreira Branco, o folclórico Zé Português, e suas obras visavam a instalação de uma casa noturna. Em 25 de novembro daquele ano seria inaugurada no local a Kalahari, que era comandada por empreendedores da noite maringaense. 

Fonte: O Jornal de Maringá - 11 de novembro de 1983 / Gerência de Patrimônio Histórico de Maringá / Acervo Maringá Histórica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário