7 de ago de 2017

Avenida Duque de Caxias em dois momentos - 1953 e 1957

É um tanto quanto ufanista e retórico repetir que Maringá cresceu a passos largos nas décadas iniciais. Mas os números comprovam essa colocação, sobretudo a partir da análise das arrecadações de tributos municipais, estaduais e federais aferidas ao longo dos anos 1950.

Esse impacto foi percebido no campo da arquitetura que mudava rapidamente com o passar os anos. As duas imagens abaixo apontam para o resultado desse desenvolvimento ocorrido entre 1953 e 1957, onde se é possível ver a alteração da paisagem urbana na esquina das avenidas Brasil e Duque de Caxias.

Avenida Duque de Caxias esquina com a avenida Brasil, em 1953.

Avenida Duque de Caxias esquina com a avenida Brasil, em 1957.

Nesse local, em 1953, víamos um pequeno prédio que foi ocupado pela Banco Noroeste do Estado de S. Paulo. Em 1957, o mesmo estabelecimento já havia construído outra estrutura, dessa vez, com dois andares e com uma área muito maior. Na mesma imagem, à esquerda, surge o Palace Hotel. Além disso, é possível constatar a expansão do projeto paisagístico elaborado pelo engenheiro agrônomo Luiz Teixeira Mendes a pedido da CMNP, e que daria, décadas depois, a alcunha de "Cidade Verde" para Maringá.

Fonte: Revista Isto é Maringá, 1957 / Gerência de Patrimônio Histórico / Acervo Maringá Histórica. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário