25 de mar de 2013

Pioneiro: Dr. Lafayette da Costa Tourinho

Aos 20 anos, Lafayette da Costa Tourinho, estudante de medicina, conheceu sua futura esposa, Alice, na festa do Padroeiro da Ilha de Bom Jesus dos Passos, na Bahia

Pouco tempo após se casarem, os filhos começaram a nascer: Argoval, Reginaldo, Wilson e Hélio. Então, Lafayette se forma ao mesmo tempo que nasce sua filha, Virgínia. Assim, a família se muda para São Gonçalo dos Campos, também na Bahia, onde o jovem médico começa a clinicar. Nasce Raimundo que faleceu dez meses depois.

Dr. Lafayette foi nomeado Diretor de Saúde Pública em Aracajú, no Sergipe, cidade onde alugou uma casa com jardim e um belo quintal para as crianças desfrutarem. Com mais condições financeiras, os Tourinho passaram a contar com o apoio de três empregados. 

Mais tarde, Lafaeytte recebe outro convite. Dessa vez, assume um cargo na Fundação Rockefeller, em João Pessoa, Paraíba - criada nos Estados Unidos em 1913, a fundação busca promover o estímulo a saúde pública, o ensino, a pesquisa e a filantropia. Meses depois, em setembro de 1932, o próprio pai fez o parto de mais filho: Lafayette Filho. 

Depois, Lafayette muda de estado novamente, dessa vez vai para o Recife. Na nova função, passa a viajar muito. Isso, para todos da década de 1930, era um grande risco, pois além da febre amarela, eram tempos em que o Lampião dominava aquelas terras. Cansado das viagens cansativas e arriscadas, voltou com a família para a Bahia em 1935.

A convite do irmão Mário, Dr. Lafaeytte da Costa Tourinho foi clinicar em Minas Gerais. Em junho de 1937 nasceu José Tourinho.  Passados quase dois anos, Mário se muda de Montes Claros para Londrina. Depois, ele convida Lafaeytte para seguir rumo a Cambé, também no Paraná. 

No início da década de 1940, Lafayette da Costa Tourinho, junto de parte da família - muitos filhos já estavam formados e seguiram seus caminhos - se muda para Maringá, onde fundou o primeiro hospital da cidade em 1944, o Hospital Santa Cruz. Ele também foi o primeiro presidente da Sociedade Médica de Maringá, em 1949, ao lado dos sócios fundadores Dr. José Gerardo Braga (Hospital Maringá), Galileu Pasquinelli Filho e Dr. Waldemar Prandi (Hospital São José), Dr. José Mario Hauari e Dr. Ivaldo Borges Horta.

Dr. Lafaeytte da Costa Tourinho adoeceu em 1963. Em dezembro daquele mesmo ano, ele escreveu um cartão para Alice, sua esposa:

“A ti, minha esposa querida, companheira de todos os meus dias, desejo Feliz Natal e que tenhas na vida muitas felicidades e alegrias.”
  
Dr. Lafaeytte faleceu em 7 de maio de 1964. Um ano depois, a Rua Jumbo, onde estava instalado o Hospital Santa Cruz, foi alterada para Rua Dr. Lafayette da Costa Tourinho (Lei 307/64). Mais recentemente, a sala de reuniões da Sociedade Médica de Maringá também adotou o nome do proprietário do primeiro hospital da cidade.

Fonte: Acervo Família Tourinho / Acervo Maringá Histórica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário