12 de mai de 2009

Maringá e seus desfiles

Maringá, bem como outras cidades, comemora seu aniversário com o tradicional desfiles alegórico com os mais variados temas.

Abaixo algumas fotos antigas destes eventos:



10 de maio de 1952





10 de maio de 1958


10 de maio de 1974


Fontes: Departamento de Patrimônio Histórico da Secretaria de Cultura de Maringá e o site: www.marinagaense.com.br



6 comentários:

  1. Grande Miguel, otimo seu blog! continue assim, valorizando a historia dessa espetacular cidade que é Maringá!!

    Abração brow!

    ResponderExcluir
  2. Miguel, fui criado em Maringá.Minha familia chegou na "cidade" em 1.950. Já lí, e ví, também, muita coisa equivocada contada e mostrada por pessoas que aportaram em Maringá muitos anos depois de sua fundação as quais,por isto, à mingua de melhores informações, acabam distorcendo os fatos sobre sua formação social, comercial, educacional, etc., alguns, aliás, e que me perdoem, assim agindo por interesses sociais e políticos. Pesquisando os quatro cantos da cidade, no seio das verdadeiras famílias pioneiras, você colherá um farto e surpreendente material fotográfico mostrando como tudo começou e o que existia no início, e não essas fotos que não identificam as pessoas,que são sempre as mesmas,com cansativas publicações na midia. Os verdadeiros pioneiros,poucos deles, diga-se, que construiram a cidade com as mãos, suor e amor, são mencionados nas tais "homenagens aos pioneiros" como, por exemplo: o pai do Pedrinho Philip! o velho Pazinato! O Genir Galli. o finado Curti, pai do Jair, os Peralta, os Periotto, os Tait, o médico doutor Santana, os professores do primário, ginásio e colegial das primeiras três décadas da cidade, pessoas que trabalhavam nas casas comerciais, com caminhões, serrarias, carroceiros e até charreteiros, e por aí afora, praticamente não são lembrados. A midia menciona sempre a mesma meia duzia de pioneiros que ficaram ricos às custas da cidade, esquecendo daqueles que verdadeiramente construiram a cidade com suor e lágrimas (muitos até mesmo analfabetos e hoje pobres na acepção real do termo) e não com papos furados de gente que só usufuruiram com sua coragem e trabalho. Até a zona do meretrício na época foi importante na construção da cidade, algumas hoje senhoras de respeito na cidade. Tem uns velhinhos pioneiros por aí, ainda lúcidos, que sabe que isto é verdade! Ou será que você não acredita que todos eles não possuam um album de família? Pesquise tais fotos Miguel e, resgate, através dela, as imagens do verdadeiro pioneirísmo de Maringá. E, continue com seu Blog. Serei seu leitor assiduo, se você não ficar falando de políticos corruptos todos os dias, é claro! Meu nome? Ora... meu nome! Prá quê, se não estou caluniando ou difamando ninguém? Um abração do seu xará!

    ResponderExcluir
  3. Esqueci do corretor ortográfico...! Paciência.

    ResponderExcluir
  4. Caro Miguel, nasci em Maringá em 1960, tenho quase 49 anos. Revivi muita coisa da minha vida e infância nesse blog hoje e me deu uma saudade danada de tanta coisa...Do Cine horizonte do qual tenho a música de abertura, que procurei por mais de 10 anos na internet; Cine Maringá; Centro Comercial, Praças, caminho do colégio desde a Av Brasil passando por baixo do viaduto da av. São Paulo até o Colégio Gastão Vidigal, passando na frente da famosa loja de pneus, nos idos de 197. O bairro aeroporto onde passei a maior parte da minha vida, ver a fachada da Companhia de Melhoramentos onde meu avô foi contador até 1964 (também presbítero da Igreja Presbiteriana da Quinze, a que tem rampa)e depois se mudou para Ribeirão Preto/São Paulo (hoje já falecido - Pedro Nolasco Perroud), ver o prédio do BB todo azul se destacando na cidade, a catedral tão linda e sua praça que eu visitava a noite passeando com meu filho mais velho Dudu nascido em 1979. Eu morava na Av XV nº900, quase ao lado do Ed. Flamboyant. Quanta saudades dos desfiles onde participei em 1965/66 com mais três amigas do Grupo Escolar Anita Garibaldi sobre as 4 estações do ano (eu desfilei vestida de miss inverno - tenho a foto). Esse grupo era colado ao Colégio João XXIII onde minha mãe foi professora por muitos anos. Muitos a conheceram - CIRCÉA DALVA - professora de História, OSPB e Moral e Cívica.
    Meu pai, era joalheiro,relojoeiro e ótico na Ótica do Juracy, depois na do Chiquinho,e por fim na Ótica Avenida do Milton Pinto Teixeira de Londrina (falecido a 4 meses),situado na Av Brasil ao lado da loja do Frigorífico Maringá (ainda existe?). Eu gostaria de ainda poder ver alguém compilar imagens de vídeos e outro de fotos por ordem de data CRESCENTE em um CD pra gente comprar ou simplesmente ter. Aguardo novas postagens. QUe tal convocar a cidade pra digitalizar fotos marcantes e de época e mandar pra vc? Quero tbm receber aviso de suas novidades no blog. Dá pra ser? Agraderia muito. Cirlene
    cillamelo@gmail.com (Não publicar meu e-mail)

    ResponderExcluir
  5. A Miguel muito obrigado por esse trabalho maravilhoso,lendo o comentáro da Cirlene,ah que
    saudade...eestudei no Anita garibaldi,joãoxxlll
    1963a1970,grande professora Circéia SAUDADES,PROFA APARECIDA TRASSI,MINHA PRIMEIRA PROFESSORA,...DEPOIS NOGINÁSIO PROF AYRES ETANTOS OUTROS...AH O PROF DE MUSICA O PROF OTAMY,MAESTRO DO CORAL GUARANY...REALMNTE OS DESFILE DE MARNGÁ,NOMES DE MAO ERAM LINDOS...TODOS OS ANOS ,QUANDO NO PRIMÁRO ME VSTIAM DE INDIA...EU AMO MINHA TERRA NATAL...APEESAR DE NÃO MORAR AI ,NÃO DEIXEI DE AMA-LA...PEENA QUE SÓ TENHO NA MEMÓRIA AS DOCE LEMBRAANÇAS...SAUDADEES....ZENILDA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tambem fiz a primeira serie no AnitaGaribaldi em 1965.e creio que esta professora tenha sido a minha primeira professora, tenho saudades mas não lembro mais o nome exato. Obrigada.

      Excluir