Zonas do Baixo Meretrício

2011

A primeira Zona do Baixo Meretrício de Maringá, destinado às "Casas de Diversões" ou prostituição, funcionou na Rua Quintino Bocaiúva (entre a Avenida Guaíra e a Rua Benjamin Constant), nos fundos da antiga Delegacia Municipal.

Uma peculiaridade deste período é que as "mulheres da vida" não podiam andar pelas ruas de Maringá. Para resolverem seus problemas no centro da cidade, deveriam vir com as charretes táxi, que acabaram ficando conhecidas como "Balaio de Puta", devido ao transporte constante dessas personalidades.

No ano de 1969, essa área já era considerada "Zona Velha", apesar de ainda manter algumas mulheres remanescentes e seus clientes.

A segunda Zona do Baixo Meretrício funcionou nas proximidades da Praça Vereador Eurico Vieira Guido na Vila Marumbi.


A imagem mostra a então Rua do Pito, Vila Marumbi.

Devido a expansão imobiliária, uma comissão de vereadores, em 1974, propôs a transferência do Baixo Meretrício para uma região afastada da cidade. Um ano depois, a sociedade maringaense pedia a exclusão definitiva desta localidade.

Uma veiculação da Boite Flórida (provavelmente fosse Boate ao invés de Boite) de setembro de 1969.


Com isso, muitas prostitutas iniciaram o processo migratório para regiões mais centrais de Maringá, ocupando a partir de então, pensões e hotéis das áreas próximas a antiga Rodoviária Américo Dias Ferraz.


Fonte: Contribuição - Marco Antonio Deprá / Blog do Edson Lima / Acervo Maringá Histórica. 

Compartilhe

Inscreva-se

* respeitamos nossos inscritos, não enviamos spam.

Inscreva-se

* respeitamos nossos inscritos, não enviamos spam.

Cookies: nós captamos dados por meio de formulários para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.