Vitória de Adriano José Valente - Novembro de 1968

1968

Nas eleições municipais de 1968, ocorridas em 15 de novembro, disputaram a prefeitura de Maringá os seguintes candidatos: o empresário do ramo das telecomunicações, Ardinal Ribas (Arena II); o promotor público que buscava ocupar o cargo pela segunda vez, João Paulino Vieira Filho (Arena I); o advogado Adriano José Valente (MDB). 

A campanha foi acirrada. Ao tempo que João Paulino desfrutava de todo o seu prestígio, Adriano Valente acabou conquistando o gosto popular ao ser estigmatizado pela alcunha de "pé-de-chinelo". Ardinal Ribas, por sua vez, sofria pelo fato de ter arrastado diversos processos em sua empresa, a Sociedade Telefônica do Paraná, a qual não havia entregue diversas linhas telefônicas no prazo estabelecido - inclusive, a então Associação Comercial e Industrial de Maringá, a ACIM, chegou a tratar do tema com certa preocupação. 

Ao abrir as urnas, Adriano José Valente foi sagrado como o quinto prefeito de Maringá com 19.471 votos, seguindo de João Paulino que contabilizou 14.415 votos e Ardinal Ribas, com 1.044 votos. 


A rara imagem mostra, da esquerda para a direita, o prof. Renato Bernardi, então vice da chapa vitoriosa, Adriano Valente e o ainda jovem professor  e advogado Horácio Raccanello Filho. A multidão eufórica faz o "V" de vitória. 

Fontes: Acervo Família Valente / Acervo Maringá Histórica. 

Compartilhe

Inscreva-se

* respeitamos nossos inscritos, não enviamos spam.

Inscreva-se

* respeitamos nossos inscritos, não enviamos spam.

Cookies: nós captamos dados por meio de formulários para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.