O Cowboy maringaense Washington Venâncio

2020

Existem personagens de nossa história que conquistaram reconhecimento no âmbito internacional. Alguns deles não são pioneiros, propriamente ditos, mesmo assim merecem ser citados. Um desses casos é Washington Venâncio.

Nascido em Maringá no ano de 1983, cresceu auxiliando sua família no trabalho rural. Em 1989, mudou-se para o Mato Grosso do Sul com os pais e irmãos para morar e trabalhar em uma fazenda de gado.

Washington Venâncio começou a montar aos 14 anos. Dois anos depois, seguiu carreira junto dos dois irmãos. Montou em rodeios no Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Obteve alguns títulos. No entanto, ao completar 18 anos mudou o foco quando teve que servir o Exército Brasileiro, em Campinas-SP.


Após o período de vida militar, Washington Venâncio voltou às arenas para ganhar títulos importantes, como: 

- Campeão de Presidente Prudente-SP (2005);
- Campeão de Indaiatuba-SP (2005);
- Campeão de Elias Fausto-SP (2006);
- Campeão de Ituverava-SP (2008);
- Finalista em Colorado-PR - considerado o maior rodeio do Sul do Brasil (2004);
- Além de diversos outros rodeios menores.


Em 2011 resolveu ir para o México competir. O país é considerado um dos mais tradicionais nesse esporte, tendo muitos campeonatos com grandes premiações. Lá, competiu montando em touros e cavalos (modalidade Bareback).

Ao se mudar, Washington Venâncio, seu irmão, Arlindo Venâncio, e alguns colegas, começaram a competir. Assim surgiu o legado do "Ginete de Ferro", como é conhecido pelos fãs de rodeio no mundo todo.

Contabilizando mais de 300 títulos, "Ginete de Ferro" ganhou uma caminhonete, foi o Cowboy que fez mais finais consecutivas na história do rodeio mexicano e é considerado o melhor estrangeiro a competir em solo mexicano. No ano de 2020, Washington Venâncio vai receber homenagens sobre os feitos históricos:

- Campeão da PBR do México (2011), maior companhia de rodeio do Mundo (Norte Americana);
- Vice-campeão da Cuernos Chuecos nas edições de 2011, 2012 e 2019;
- Campeão da Cuernos Chuecos, na cidade de Tecozautla (2011);
- Campeão Cuernos Chuecos, na Cidade Durango (2012);
- Campeã Cuernos Chuecos, na cidade Tabasco (2012);
- 4º lugar na Grande Final da Cuernos Chuecos (2012);
- Campeão do ano na modalidade Bareback (Montaria em Cavalos) do Curcuito Jackpot (2012);
- Campeão do circuito Wrangler (2013);
- Campeão do Circuito Vaqueto Sin Ley (2014);
- Campeão do ano do Circuito Telesisiora Nación Cowboy (2015);
- Campeão do ano no Circuito Tombstone (2016);
- Campeão do ano da BBR (Big Bull Rodeo/2018);
- Campeão do ano no Circuito Diamante (2018);
- Campeão do ano no Circuito SBR (Super Bull Rodeo);
- Campeão do Circuito BRAMEX (2018) e Campeão da Final;
- Campeão da Live do Circuito Internacional BRAMEX (2020);
- Campeão da Final do Circuito Cuernos Chuecos (2019), e vice do circuito anual;

Atualmente é o maior nome da CCH, maior liga de Rodeio do México e símbolo da mesma.

Washington Venâncio também contabiliza:

- 52 Fivelas;
- Primeiro Cowboy a parar em 5 Touros invicto.



Atualmente, vive em uma fazenda com sua esposa e seu filho, e possui uma loja Country. É patrocinado com as maiores marcas Country do país e ainda faz produtos em couro artesanais (WV Custom).



Ele sempre carregou o amor pela cidade de Maringá, além de usar bandeira do Brasil em seu colete. 

Fonte: Contribuição e Acervo de Arlindo Venâncio / Acervo Maringá Histórica. 

Compartilhe

Inscreva-se

* respeitamos nossos inscritos, não enviamos spam.

Inscreva-se

* respeitamos nossos inscritos, não enviamos spam.

Cookies: nós captamos dados por meio de formulários para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.