Matadouro Municipal - Década de 1960

1960

Construído entre 1966 e 1967 em uma área de 748 m², o Matadouro Municipal de Maringá permitiu uma fiscalização sanitária mais rigorosa por parte da Prefeitura e da Secretaria de Saúde do Estado. Na época, o local tinha capacidade para abater 480 bovinos e 3.200 suínos ao mês. Uma instituição modelo para o segmento.

No entanto, não existia até então uma legislação municipal que cobrasse a qualidade da carne ofertada pelos agropecuaristas.

Foi somente em 1970, por meio da Lei 762, que a Câmara Municipal aprovou a obrigatoriedade da emissão de guias veterinárias para comprovar a procedência do gado abatido para consumo, de modo a prezar pela integridade sanitária dos clientes finais. 

Fonte: Revista: Maringá: alicerces do futuro- Gestão Dr. Luiz Moreira de Carvalho / Acervo Maringá Histórica.

Compartilhe

Inscreva-se

* respeitamos nossos inscritos, não enviamos spam.

Inscreva-se

* respeitamos nossos inscritos, não enviamos spam.

Cookies: nós captamos dados por meio de formulários para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.