14 de jun. de 2020

No topo da cruz - 1972


O registro foi feito pelo histórico fotógrafo da cidade, Kenji Ueta, em maio de 1972. 

Segundo relatado pelo próprio Kenji, foi pedido para que o empreiteiro João Coredato, conhecido como Barba Rala, subisse até o topo da cruz. Para que pudesse olhar em direção da câmera, o fotógrafo balançou um lenço branco e, ao centro da então praça Dom Pedro II, próximo de onde seria construído o Paço Municipal anos depois, Kenji disparou o flash. 

Foram algumas tentativas. Segundo Kenji, posteriormente foi feito um trabalho de ampliação manual em seu laboratório, no Foto Maringá, até que chegasse ao resultado desejado. 


De longe, a imagem final é uma prova de coragem do destemido personagem. Barba Rala residia em Sarandi, onde chegou a ser eleito vereador (1996-2000). Hoje, o ginásio de esportes daquela cidade empresta o seu apelido. 

Fonte: Foto Maringá - Foto de Kenji Ueta / Acervo Maringá Histórica.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário