31 de mai. de 2020

Obras do Centro Comercial Maringá - Final dos anos 1960


O Edifício Maria Cristina foi previsto para um grande terreno localizado ao lado da praça Raposo Tavares - área anteriormente ocupada pela primeira sede da Companhia de Terras Norte do Paraná no "Maringá Novo". Com mais de 15 mil m² que seriam construídos em apenas 3 anos, o projeto contava com 21 pavimentos, sendo 4 comerciais, 15 residenciais, 1 de garagem e 1 destinado para o lazer. 

O modelo de negócios híbrido, com ocupação comercial e residencial, não prosperou e o projeto foi reduzido, dando origem ao Centro Comercial Maringá. Incorporado pela Eimol S.A., empresa do Grupo Crefisul, e com vendas executadas pela Promove S/A, o empreendimento foi construído pela Enorpa - Engenharia e Construções Ltda, vindo a ser inaugurado na primeira metade dos anos 1970.

A imagem é, possivelmente, do final da década de 1960 e mostra as obras sendo executadas. 

O Centro Comercial Maringá foi um espaço muito movimentado ao longo das décadas de 1970 e 1980. Funcionaram ali diversos escritórios de advocacia, detetives particulares, consultórios médicos e odontológicos, além de diversas salas comerciais. Um dos primeiros cursinhos pré-vestibulares ocupou uma área nesse prédio, o Curso Aliança Universitária (CAU) que foi formado por professoras da UEM. 

Fonte: Contribuição - Marco Antonio Deprá / Acervo Maringá Histórica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário