2 de set de 2018

Rebaixamento da linha férrea - 1995


Após diversas articulações, o rebaixamento da linha férrea em zona central de Maringá teve seu início por meio de um ato simbólico em junho de 1995, durante a gestão do então prefeito Said Ferreira. 

O projeto do Novo Centro vinha sendo pauta constante desde a gestão anterior, quando o prefeito Ricardo Barros começou a desapropriação de imóveis para dar continuidade a avenida Herval. 

Com o rebaixamento, a maior preocupação era melhorar as condições de tráfego das avenidas Tuiuti, Paraná e 19 de Dezembro, por onde os vagões cruzavam em nível com as vias, causando transtornos e grandes congestionamentos. O projeto inicial deveria ser custeado pelo próprio Município, que apostava na venda dos terrenos públicos. Sem compradores, a obra de rebaixamento dos trilhos parou em 1996. Sem recursos, a Prefeitura buscou ajuda do Estado que garantiu R$ 12 milhões por meio do projeto Paraná Urbano. Apenas a obra do túnel custou R$ 32 milhões. 

Saiba mais sobre o Novo Centro de Maringá clicando AQUI

Palco das autoridades quando ocorreu o início simbólico das obras de rebaixamento da linha férrea, em junho de 1995. Da esquerda para a direita: vereador John Alves Correa; o presidente da Urbamar, responsável pela obra, Adriano José Valente; o então prefeito Said Felício Ferreira; o então deputado estadual Marquinhos Alves; Silvio Barros, que na época era secretário de Estado. 

Fonte: Acervo Maringá Histórica / Acervo Urbamar. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário