28 de jan de 2018

Falta de estacionamento no centro - 1974

Em 1974, a gestão de Silvio Barros buscava por soluções para o problema da falta de vagas de estacionamento na região central da cidade. 

Como primeira experiência para regulamentar o sistema rotativo de estacionamento, o Disco foi implantado. Não passava de um papel cartonado com as horas do dia, em que o dono do veículo, ao estacionar, apontava manualmente com uma seta plástica, o horário de chegada. Ele tinha um determinado tempo para permanecer no local, sob pena de ser multado.

A Câmara Municipal, na época, solicitou apoio da ACIM para que o projeto de lei fosse revogado, sob a alegação de prejuízos para o comércio. O Disco, de fato, funcionou por pouco tempo. 

Este seria o embrião do que viria a se tornar o atual EstaR (Estacionamento Rotativo Regulamentado). 

Fonte: Acervo O Diário do Norte do Paraná / Contribuição - Rogério Recco / Acervo Maringá Histórica. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário