20 de nov de 2012

Atentado contra a residência dos Maia - 1956

Após comandar uma agressão contra o então prefeito de Maringá, Américo Dias Ferraz, que estava na Barbearia Líder, Aníbal Goulart Maia fugiu com seu jagunço Santão para uma serraria de uma amigo, no perímetro urbano.

Sobre o atentado contra o prefeito, saiba mais clicando AQUI.

A população, ao saber do fato quando o mesmo foi noticiado pelas ondas da Rádio Cultura, tomou as ruas e, enfurecidos, seguiram até a residência do responsável pela barbárie. As pessoas entraram na casa de Aníbal, que naquele momento estava ocupada por sua esposa, Dirce de Aguiar Maia, e seus filhos. Saquearam praticamente tudo. O que restou foi quebrado com foices e machados e, mais tarde, consumido pelas chamas do fogo ateado por uma das pessoas.

Aníbal Goulart Maia tem um passado violento. Em 1939, matou pessoas em Santo Antônio da Platina e Jacarezinho; diversas tentativas de assassinato em Londrina; além de destelhar casas de cidadãos que lhe deviam.


Fonte: Livro Terra Crua - Jorge Ferreira Duque Estrada / Acervo Maringá Histórica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário