13 de set de 2012

Lojas Prosdócimo

No início do século XX, João Prosdócimo, de origem italiana, fundou uma empresa de varejo denominada Lojas Prosdócimo, em Curitiba. No fnal dos anos 1940, essa empresa firmou parceria com a fabricante sueca Nymanbolagen AG, a fim de iniciar a produção de bicicletas. Antes disso, a Prosdócimo montava suas biciletas com componentes da marca alemã Dürkopp. As Bicicletas Prosdócimo suecas foram produzidas até 1955, quando a produção passou a ser feita no Brasil.

A arquitetura das Lojas Prosdócimo seguia um padrão peculiar. Apesar de cada cidade ter seu prédio, as estruturas mantinham seu diferencial. Além disso, os anúncios de marketing da época fizeram com que suas metas de vendas fossem sempre superadas.

Em Maringá, a Prosdócimo, localizada na então Rua General Câmara (atual Basílio Sautchuk) esquina com a Rua Santos Dumont, foi gerenciada, por alguns anos, por João de Faria Pioli (abaixo).

 
As Lojas Prosdócimo formavam uma rede de eletromóveis, que estava instalada em diversas cidades do Paraná. A empresa foi vendida para o grupo Arapuã, quando o setor passava por um período enconomicamente complicado. Esse foi o mesmo momento que outras redes acabaram fechando: Mappin, Mesbla, Disapel e Hermes Macedo.

Após a venda da empresa, um dos filhos de João Prosdócimo constituiu a Refripar, fabricante de eletrodomésticos, e adotou o nome da família para assinar a marca. Os produtos Prosdócimo, da chamada linha branca, passaram a ser sinônimo de qualidade. Mais recebentemente, a fábrica foi aquirida pela Eletrolux.

Fonte: Acervo Luís Carlos Masson / Acervo Maringá Histórica.

Um comentário:

  1. Memória é uma coisa incrível! Trabalhei na Prosdócimo, em 1980/81.

    ResponderExcluir