30 de jun de 2012

Cafeeira Santa Luzia - Década de 1950

Localizada na então Rua Cleópatra (atual José Jorge Abraão), no "Maringá Velho", a Cafeeira Santa Luzia movimentou milhares de sacas de cereais e café. Oportunista e empreendedor de primeira hora, Américo Dias Ferraz saiu do ostracismo, quando comercializava ovos e galinhas em sua bicicleta, para galgar notoriedade como empresário de sucesso, se elegendo, inclusive, como segundo prefeito de Maringá.



Homem simples de dialeto característico dos cidadãos do meio rural, alguns dizem que era galanteador também. Américo fez seguidores. Poucos comentam ou sabiam de suas artimanhas para obtenção de lucros para a manutenção de seus negócios. 

Com as referências para pesquisas sobre este personagem, parece-me que Américo Dias Ferraz foi mais astuto ao longo das décadas de 1940 e 1950. Nos anos seguintes, chegou a assassinar o gerente da Simca no Brasil, fato que o levou à cadeia por alguns anos. Depois disso, se casou novamente e tentou outros negócios. Próximo do final de sua vida, em 1983, ele montou uma churrascaria no Mato Grosso. 

Fonte: Revista - Maringá Ilustrada - 1957 / Gerência de Patrimônio Histórico de Maringá / Acervo Maringá Histórico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário