30 de out de 2011

Flagrantes - Desastre aéreo - 10/05/1957

Eis duas raras imagens dos destroços que restou da aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB), da recém fundada Esquadrilha da Fumaça, que fez parte das festividades organizadas para o décimo aniversário de Maringá, em 1957.

Quer saber mais sobre essa tragédia? Clique AQUI.

Fonte: Acervo Maringá Histórica / Museu do CESUMAR.

5 comentários:

  1. Fernando foi um acidente horrível, eu estava lá. Tinha chegado a poucos dias em Maringá.
    Abraços
    Francisco Portilho Netto

    ResponderExcluir
  2. Só um adendo: Não se trata de uma aeronave da Esquadrilha da Fumaça, pois em 1957 não existem registros de acidentes em Maringá neste ano. O que foi, que é uma aeronave do mesmo tipo, mas da Escola de Aeronáutica é que se acidentou neste ano. Pelas fotos, não existem pontos indicativos, tais como pintura, e etc. Att.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro amigo, a Esquadrilha da Fumaça foi fundada por iniciativa de instrutores da Escola de Aeronáutuca, no início da década de 1950. Em maio de 1952, o grupo realizou sua primeira apresentação. Ocorre o termo "Esquadrilha da Fumaça" ainda não era comum, utiliza-se, no entanto, aviões da Força Aérea Brasileira.

      Excluir
  3. Caro Miguel Fernando e, principalmente, senhor "anônimo", existem registros sim sobre o sinistro envolvendo um aparelho T-6 da FAB; vitimando dois Oficiais. Esse aparelho fazia parte de uma esquadrilha de seis aparelhos. A tragédia apenas não foi maior por que o Piloto efetuou manobra radical à esquerda tirando o aparelho de sua trajetória contudo sem conseguir evitar o choque de uma das asas com um dos mastros ali instalados e que estavam sem as respectivas bandeiras que tinham sido transferidas para o campo de pouso e sua inauguração.

    ResponderExcluir
  4. Caro Miguel Fernando, tenho o recorte jornalístico sobre esse fato, no qual constam fotos semelhantes as de sua postagem, caso lhe interesse, informe um meio de contato por aqui apenas se permite a interação escrita. Grato.

    ResponderExcluir