21 de dez de 2010

Imagem de Nossa Senhora do Rosário de Fátima - 1953

Esta foto foi o símbolo do cartão distribuído após o evento.

Trata-se da chegada da imagem “Peregrina de Nossa Senhora do Rosário de Fátima”, que percorreu muitos países católicos naquele ano (uma imagem com grande importância aos religiosos da época, pois tinha origem portuguesa, do Santuário de Fátima). Foi promovido pela Diocese de Jacarezinho, a qual Maringá pertencia como paróquia. Passou por Jacarezinho (11/08/1953), Siqueira Campos,
Londrina (12/08/1953), Apucarana e Maringá (13/08/1953).

Aqui, a Catedral em madeira e o palco preparado especialmente para recepcionar a imagem.

O leitor JC Cecílio complementa - Em Maringá, foi relatado a realização de alguns milagres que teriam ocorrido na cidade, durante a visita da imagem. Porém, o mais instigante talvez seja o caso de Maria Keiko, de aproximadamente 16 anos, que na chegada da imagem, foi atropelada por um jipe, que passou por cima do seu corpo. Mesmo assim, a menina não sofreu nenhuma lesão interna. A partir de então, conta-se que o pai da menina passou a acender uma vela a Nossa Senhora de Fátima todas as manhãs. Esta imagem também é o símbolo e padroeira da TFP (Tradição, Família e Propriedade) que é uma organização católica tradicionalista, conservadora e anticomunista, fundada em 1960 por Plínio Correia de Oliveira. Ainda existe, apesar de ser retrógada e de extrema direita, felizmente adormecida.


O Pe. Orivaldo Robles dá a valiosa contribuição - A foto mostra a recepção à imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima, que visitou Maringá nos dias 13-14 de agosto de 1953. Depois de passar por Siqueira Campos, Jacarezinho, Londrina e Apucarana, Maringá foi a quinta paróquia da Diocese de Jacarezinho a acolher a imagem original de Nossa Senhora de Fátima que, saindo de Portugal, peregrinou por vários lugares do Brasil durante aquele ano.

A imagem peregrina chegou ao aeroporto Gastão Vidigal às 17h do dia 13, trazida por dom Geraldo de Proença Sigaud, bispo de Jacarezinho, em avião especial, escoltado por outros seis aparelhos. Depois de várias homenagens naquela tarde e noite do dia 13, e manhã do dia seguinte, a imagem foi, na tarde do dia 14, para o campo de aviação, de onde rumou para Goiânia.

A propósito, algumas informações sobre a Igreja Católica na Maringá de então:

Em 2 de abril de 1950, num único decreto, foram erigidas por Dom Geraldo de Proença Sigaud, bispo de Jacarezinho, duas paróquias em Maringá: a de Santa Cruz, no Maringá Velho, e a da Santíssima Trindade, no Maringá Novo. Portaria do dia 3 de outubro de 1951 (um ano e meio depois), porém, reduziu Santa Cruz, no Maringá Velho, à condição de capela, anexando-a à outra paróquia. A cidade de Maringá ficou, assim, com somente uma paróquia, com sede no Maringá Novo.


Menos de dois anos após a definição do dogma da Assunção de Nossa Senhora à glória celeste em corpo e alma (1° de novembro de 1950), o mesmo Dom Geraldo de Proença Sigaud, bispo diocesano, conferiu novo orago (padroeiro) à paróquia de Maringá. Por decreto de 5 de agosto de 1952, estabeleceu:

Coube à nossa cidade assistir o momentoso acontecimento da Proclamação do Dogma da Assunção da Virgem Santíssima, Senhora Nossa, cujo Corpo bendito, unido à Alma Gloriosa, foi levado ao Céu pelo Divino Salvador, Nosso Senhor Jesus Cristo. Assim esta época atribulada e sacudida por tantos sofrimentos (sic) viu brilhar na noite escura do pecado e do desespero a luz suave da esperança que a Assunção da Virgem irradia. Desejosos de perpetuar em nossa Diocese este dulcíssimo acontecimento, decidimos consagrar a Paróquia de Maringá-Novo (sic) à Nossa Senhora da Glória, declarando e instituindo a Assunção da Virgem Maria titular da Igreja, e Nossa Senhora da Glória Padroeira da Paróquia.

Criada a Diocese de Maringá em 1° de fevereiro de 1956, a Paróquia Nossa Senhora da Glória foi alçada à condição de Catedral. Nela foi empossado, em 24 de março de 1957, o primeiro bispo, Dom Jaime Luiz Coelho. Hoje Nossa Senhora da Glória é padroeira da Catedral, da cidade de Maringá e da Arquidiocese de Maringá, que reúne 55 (cinquenta e cinco) paróquias.

Fonte: Museu CESUMAR / Acervo Maringá Histórica / Contribuição de JC Cecílio.

5 comentários:

  1. Miguel,

    Corrigindo: Nossa Senhora do Rosário de Fátima

    Trata-se da chegada da imagem “Peregrina de Nossa Senhora do Rosário de Fátima”, que percorreu muitos países católicos naquele ano (uma imagem com grande importância aos religiosos da época, pois tinha origem portuguesa, do Santuário de Fátima). Foi promovido pela Diocese de Jacarezinho, a qual Maringá pertencia como paróquia. Passou por Jacarezinho (11/08/1953), Londrina (12/08/1953) e Maringá (13/08/1953).

    Este cartão fotográfico foi distribuído aos fieis dias depois deste evento religioso, local onde está hoje a nossa Catedral. Minha mãe, Lourdes Jorge Cecilio que esteve neste evento e tenho o original com anotação no verso: “Lembrança da chegada da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima em Maringá. 13 de agosto de 1953.”

    Curiosidades:

    1)
    Em Maringá, foi relatado a realização de alguns ros milagres que teriam ocorrido na cidade, durante a visita da imagem. Porém, o mais instigante talvez seja o caso de Maria Keiko, de aproximadamente 16 anos, que na chegada da imagem, foi atropelada por um jipe, que passou por cima do seu corpo. Mesmo assim, a menina não sofreu nenhuma lesão interna. A partir de então, conta-se que o pai da menina passou a acender uma vela a Nossa Senhora de Fátima todas as manhãs.

    2)
    Esta imagem também é o símbolo e padroeira da TFP (Tradição, Família e Propriedade) que é uma organização católica tradicionalista, conservadora e anticomunista, fundada em 1960 por Plínio Correia de Oliveira.

    Ainda existe, apesar de ser retrógada e de extrema direita, felizmente adormecida.

    abraço

    J C Cecilio

    ResponderExcluir
  2. Obrigado JC. Mais um caso esclarecido.

    ResponderExcluir
  3. encontrei um filme com a chegada da imagem. Está em minha página do youtube, entrem lá e peçam "Paulo José da Costa" ou "visita da imagem de Fátima".

    ResponderExcluir
  4. encontrei um filme com a chegada da imagem. Está em minha página do youtube, entrem lá e peçam "Paulo José da Costa" ou "visita da imagem de Fátima".

    ResponderExcluir