20 de nov de 2010

O fim do Bosque de Essências - Final da década de 1950

Provavelmente em 1958, da noite para o dia, o então prefeito Américo Dias Ferraz ordenou que seus homens cortassem o Bosque de Essências existente na então Praça da Rodoviária (atual Praça Napoleão Moreira da Silva).

Na imagem, além dos restos das árvores, vemos ao fundo a fachada da Hermes Macedo S.A. e ao seu lado, o prédio da Prosdócimo.


Fonte: Museu Bacia do Paraná / Acervo Maringá Histórica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário