13 de jul de 2010

Série: Quem? Onde?

Ao fundo da imagem vemos o único ponto de referência: Comercial Portuguesa. A frente, o empresário confere a quantidade de itens que estão sendo descarregados pelos operários.

Fonte: Gerência de Patrimônio Histórico de Maringá / Acervo Maringá Histórica.

2 comentários:

  1. Salve, Miguel!

    Tentei responder este “Quem? Onde?” e falei até com um pessoal antigo na cidade que administram a Comercial Vicente (material de construção e hidráulico), que pertencia ao Vicente (falecido), português genuíno, pioneiro que se estabeleceu aqui depois de passar pelo Rio de Janeiro. Quem sabe a primeira denominação daquele comércio não foi “Portuguesa”? Mas não era. Pior: nem se lembram se existiu em Maringá esta tal Comercial Portuguesa.

    Observando a foto, tenho razões para dizer que os canos ali arrumados não são do estoque da Comercial Portuguesa, logo, questiono, também, ser um empresário o senhor de terno e pastinha debaixo do braço a instruir os operários a descarregar um segundo caminhão, cujo transparece apenas parte da carroceria. O caminhão que aparece por inteiro tem uma inscrição na porta. Não me surpreenderia se fosse “Prefeitura Municipal de Maringá”. Há um número de série logo acima do pára-lama que o inscreve, talvez, a uma frota.

    Lembro-me bem destes canos. Eles pertenciam a Companhia de Desenvolvimento de Maringá – CODEMAR – criada em 1962 e extinta em 1976. O rápido processo de urbanização, a política nacional, a alta demanda por água tratada e a falta de condições financeiras do município, levaram o mesmo a transferir para a SANEPAR, em 1980, os sistemas de água e esgotos sanitários de Maringá.

    (Vide “A história do abastecimento de água em Maringá, Estado do Paraná” - http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciHumanSocSci/article/viewFile/2445/1711).

    ResponderExcluir
  2. Pois é Flauzino. São teorias que concordo. Provavelmente essa região seja próximo a Avenida Colombo ou na Vila Operária.

    Mera intuição.

    ResponderExcluir