6 de nov de 2009

Pioneiro: Pedro Perez

Pedro Perez chegou na região de Maringá em 1949, veio com sua família do interior de São Paulo. Aqui, conheceu Maria Porcel, com quem se casou. Da união surgiram quatro filhos (Tania, Ivete, Robson e Anderson).

Quando formou família, iniciou as atividades com a cafeicultura, momento em que colheu bons frutos. Ele lembra que após a "Geada Negra" em 1975, vendeu suas terras e buscou novas atividades. Na década de 1980, formou-se no Curso de Detetives Particulares a distância. Nesse segmento ficou conhecido em Maringá por detetive Perez. Nos anos 1990, encerrou as atividades e aposentou-se.

Pedro na rua de seus pés de café

Provavelmente em sua propriedade na década de 1960. Além de Pedro, vemos de chápeu preto, José Porcel (vulgo Pena Branca).

A foto do mesmo local, mostra o rústico teto da moradia.

Fonte: Acervo Maringá História.

2 comentários:

  1. Esses pioneiros eram o que se pode chamar de "machos" de verdade! Suas esposas, então, verdadeiras guerreiras, até contra as doenças que assolavam a região, como a febre amarela. Seus filhos, netos e até bisnetos, certamente sentem um orgulho imenso por eles.

    ResponderExcluir
  2. Tempos difíceis mesmo. Orgulho? Tenho muito. Pois sou neto do Pedro Perez.

    ResponderExcluir