14 de jun de 2009

O Circo em Maringá

Em 1948 o Circo do Timbica armou sua tenda em Maringá. Alguns artistas decidiram ficar na cidade e instalaram o "Pavilhão Janes". Neste local o mágico Janes se apresentava com a família. Um de seus filhos, Altamiro Tavares, se tornou com oito anos de idade o palhaço. Inicialmente se intitulou "Pinguim", depois adotou o nome "Lambretinha", o qual ficou conhecido na região.

Esta era uma das atrações dos maringaenses da época.


Circo Flechas Humanas (um dos locais que constumava se instalar era a Praça da atual igreja São Miguel na Vila Operária)





Palhaço Lambretinha no Circo Flexas Humanas


Equipe de divulgação do Circo Timbica


Professor Janes e sua filha

Fonte: Departamento de Patrimônio Histórico da Secretaria de Cultura de Maringá. Existe uma exposição com itens raros destes circos no Teatro Calil Haddad.

3 comentários:

  1. por falar em circo hein!!!!este novo q ta na cidade só sabe cobrar e caro pels eventos,deixando os pais bem constrangidos !!!é motivo de investigação do blog!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Que mal pergunte Miguel, a Igreja de São Miguel que eu conheci não ficava na Vila Operária. Ela mudou de bairro ai, foi?

    ResponderExcluir
  3. Esse era o melhor circo que rodava pela região. Eu assistia em Paissandu, no começo da década de 60, furava o pano, pois, dinheiro não tinha pra pagar.

    O Flexas Humanas não repetia cena, podia ficar um mês numa cidade...

    O Lambretinha era muito engraçado...

    José Andrade de Oliveira...

    ResponderExcluir