20 de set. de 2020

Pioneiro: Reinold Ferdinandi Baudisch

De origem alemã, Reinold Ferdinandi Baudisch primeiro se estabeleceu com a sua família em Santa Catarina. 

Determinado em conhecer as profícuas regiões amplamente divulgadas pela Companhia de Terras Norte do Paraná, partiu em uma viagem que levou 14 dias para percorrer Londrina a Paranavaí. Era o ano de 1947. 

Pelo percurso, entusiasmou-se por Maringá, que havia acabado de ser oficialmente fundada. De imediato adquiriu cinco alqueires no local onde seria implantado o futuro Aeroporto Regional Dr. Gastão Vidigal. Também investiu em mais dois terrenos em região central, onde viabilizou uma das primeiras edificações em alvenaria do dito "Maringá Novo". 

Reinold Ferdinandi Baudisch empreendeu no ramo de carnes. Seu primeiro boi foi abatido no natal daquele mesmo ano, quando fundou o Frigorífico Maringá, por onde também deu início na fabricação de frios. O empreendimento ficava localizado na avenida Cerro Azul, próximo ao atual Contorno Sul. 

A saber, Baudisch tinha conhecimentos técnicos no manejo de carnes. Formado em novembro de 1922, pela primeira escola do mundo em atividades frigoríficas (não se tem informações de seu nome), ainda publicou um livro de receitas e artes culinárias em 1926.

Entretanto, o Frigorífico Maringá, que passaria a utilizar a sigla FRIGMA, passou por dificuldades na primeira metade da década de 1970. Por conta disso, nova diretoria foi empossada, quando José Branco assumiu sua gestão. 

Fonte: Revista - Maringá Ilustrada de maio de 1972 / Acervo Maringá Histórica. 

Um comentário:

  1. fALA MUITO POUCO SOBRE O PIONEIRO EM QUESTÃO,QUE DEVE TER TIDO UMA UMA HISTÓRIA MUITO BONITA EM NOSSA TERRA. MUITO INCOMPLETO O TEU COMENTÁRIO.UMA PENA!!!!! ( voce costuma falar muito de gente que não merece)

    ResponderExcluir