14 de jun. de 2020

Mercadorama - 1992


Mesmo com o cenário de incertezas do início da década de 1990, a cidade conseguiu atrair alguns grandes investidores. Um dos melhores exemplos foi o grupo Demeterco, que escolheu Maringá para receber a primeira loja do Mercadorama fora de Curitiba.

Para a unidade local foram investidos US$ 12 milhões em um empreendimento com 47.250 m², sendo que 7.500 m² foram destinados ao hipermercado e o restante a um restaurante, lanchonetes, posto de combustível, lojas em geral e estacionamentos para 1.100 vagas, além de centro automotivo e lava-jato automático – sendo este último equipamento um dos primeiros a ser instalado na cidade. Um grande painel do artista plástico paranaense Poty Lazzarotto foi disponibilizado na entrada do hipermercado. 

O interessante é que, ao contrário dos grandes empreendimentos do varejo que se instalaram naquele período, os Demeterco optaram por uma região ainda pouco explorada. À leste do centro da cidade e próxima de diversos bairros, a área segue pela avenida Tuiuti ao lado da avenida Colombo, em sentido ao município de Sarandi.

O projeto do prédio é de autoria dos arquitetos João Virmond Suplicy Jr. e Raul Henriques Pereira Jr., e foi erguido em um espaço anteriormente ocupado por um campo de futebol da equipe amadora da Sociedade Telefônica. 



A inauguração do Mercadorama em Maringá se deu em 4 de novembro de 1992.

Fonte: O Diário do Norte do Paraná - 9 de agosto de 1992 / Acervo Maringá Histórica / Livro - Maringá 70 anos - Unicesumar / Centro de Documentação Luiz Carlos Masson. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário