9 de fev. de 2020

Escalação do Grêmio de Esportes Maringá - 1977


Escalação matadora do saudoso Grêmio de Esportes Maringá (GEM) em registro de 1977. Em pé: Wagner (goleiro), Assis, Celso, Nilo, Didi e Albérico. Agachados: Freitas, Ferreirinha, Itamar, Nivaldo e Bernardo. 

Maringá, de fato, possuí três títulos estaduais de futebol, os quais foram conquistados com times diferentes. 

Em 1963 e 1964, o time que venceu os campeonatos estaduais e o então torneio nacional Robertinho em 1969, equivalente a segunda divisão do atual Campeonato Brasileiro, foi o Grêmio Esportivo de Maringá. 

Com muitas dívidas, aquele time acabou sendo extinto. Em 1971 nasceu o Maringá Esporte Clube que, usando as cores azul e preta de seu maior rival, o Londrina, não logrou êxito nas campanhas de 1972 e 1973. 

Em meio à frustrações, a torcida alvinegra almejava o retorno dos tempos áureos. Assim, em 1974 o Esporte Clube Operário foi transformado em Grêmio de Esporte Maringá, o sucessor legítimo do time campeão da cidade. 

O então prefeito João Paulino Vieira Filho se envolveu diretamente, indicando, com o aceite do Conselho Deliberativo, Marcos Mauro Penna de Araújo Moreira para presidência do clube. Marcos Mauro fazia parte, até então, do secretariado municipal. 

Na época, o prefeito articulava patrocínios com empresários locais para que pudessem trazer grandes nomes do futebol nacional, reforçando assim o elenco. O movimento surtiu efeito quando o Grêmio Esportivo de Maringá venceu o Campeonato Estadual em outubro de 1977. Essa é considerada a última vitória do futebol da cidade. 

Fonte: Acervo Maringá Histórica / Contribuição de pesquisa - Museu Esportivo de Maringá (MEM). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário