29 de set. de 2019

Lojas da Rodoviária de Maringá - 1990


Em dezembro de 1990, os consumidores maringaenses buscavam por mais opções e melhores preços para adquirirem seus presentes de final de ano. Somada a crise nacional, na época a cidade também passava por um dos piores momentos de sua economia: poucos investidores externos e alto índice de desemprego. 

Em consequência disso, os pequenos estabelecimentos comerciais instalados na Estação Rodoviária Américo Dias Ferraz se tornaram opção viável. Oriundos do Paraguai e São Paulo, os artigos diversificados eram vendidos à preços populares. No local, o consumidor podia encontrar de cadarços a telefones. Essa facilidade fez com que houvesse um aumento considerável de compradores. 

Você já comprou algum item nas lojinhas dessa Rodoviária? Deixe um comentário. 

Fonte: O Diário do Norte do Paraná - 15 de dezembro de 1990 / Foto de Walter Fernandes / Gerência de Patrimônio Histórico de Maringá / Acervo Maringá Histórica. 

Um comentário:

  1. Trabalhei na Estação rodoviária de maringá, na Farmácia Paranaense, e Farmácia "droga 7" Ambas da "Dona Cecília" razão social shizuko Obikawa & Cia. Ltda., entre o dia 30 de abril de 1979 até o mes de novembro do mesmo ano.

    ResponderExcluir