28 de jan de 2018

Acidente com Ferrari Júnior - 1976

Muitos apontam que a disputa de 1976 para a Câmara Municipal de Maringá tenha sido decidida por um fato completamente inesperado. 

O radialista Antonio Paulo Pucca tinha grande vantagem por ser conhecido narrador esportivo na era de ouro do Grêmio Esportivo Maringá. Mas essa expectativa foi superada pelo também narrador esportivo Ferrari Júnior (Arleir Tilfrid Ferrari Júnior), que havia sido vítima de um acidente ocorrido durante a campanha eleitoral. 

Ferrari Júnior subia sozinho no elevador do Edifício Herman Lundgren, localizado ao lado da então Estação Rodoviária Municipal, quando o equipamento sofreu uma pane e parou entre um andar e outro. Depois de certo tempo e sozinho, o radialista optou por sair por meio de uma pequena abertura. Quando havia passado parte de seu corpo, o elevador se movimentou para baixo, esmagando suas pernas. Depois de uma longa cirurgia para reconstituição, Ferrari Júnior passou meses no hospital e, com isso, seus amigos trataram de fazer sua campanha eleitoral. A Rádio Cultura AM, onde trabalhava, trazia boletins diários sobre o seu estado de saúde, com Ary Bueno de Godoy, Teófilo Ruiz de Andrade e outros locutores.  

Joaquim Dutra e Samuel Silveira, diretores da Rádio Cultura, em visita a Ferrari Júnior, em 1976.

O candidato só foi ao último comício, assim mesmo em uma cadeira de rodas. Não subiu ao palanque, fez um emocionado discurso do chão e as pessoas foram às lágrimas. Resultado: 4.956 votos, mais que o suficiente para se eleger em primeiro lugar e puxar mais três arenistas para a Câmara.

Em novembro de 1982 ele foi eleito deputado estadual, tornando-se membro da Comissão de Indústria e Comércio. Foi reeleito em 1986 com 28.495 votos e chegou a ocupar a 2ª vice-presidência.

Em 1990 não conseguiu a reeleição e mudou-se para Balneário Camboriú, passando a atuar na área de farmácias. Ferrari Júnior faleceu em 20 de janeiro de 2016.

Fonte: Acervo O Diário do Norte do Paraná / Contribuição - Rogério Recco / Contribuição - Ângelo Rigon / Acervo Flamma Comunicação / Acervo Maringá Histórica. 

2 comentários:

  1. Essa matéria tem um erro, ele não perdeu a eleição, ele desistiu de concorrer, estava enojado com a política...

    ResponderExcluir
  2. Perfeito Esdras. Meu nome é Norberto, atualmente advogado em Curitiba, cunhado de Ferrari Junior e fui seu assessor parlamentar por 2 legislaturas (1983/1990). FERRARI JUNIOR não perdeu eleição; Deixou de concorrer.

    ResponderExcluir