29 de out de 2017

Anderson Clayton S/A

Anúncio de 1977. 


Localizada na avenida Tuiuti, nº 184, a Anderson Clayton S/A entrou em operação na segunda metade da década de 1950. Sua razão social era Anderson, Clayton & Co. S.A. Indústria e Comércio.

Tendo sido instalada em um terreno com mais de 26 mil m², entre a via férrea e as avenidas Centenário e Tuiuti, a indústria atuou no ramo de compra e venda de café, algodão, soja, mamona e amendoim. Anteriormente, essa área fazia parte dos 90 alqueires reservados pela então Companhia de Terras Norte do Paraná para a construção do aeroporto da cidade. 

Sede da Anderson Clayton em maio de 1969. É possível constatar a grande colônia de operários. 

A partir de 1974, um dos prédios do parque industrial da Anderson Clayton cedeu espaço para que o recém-fundado O Diário do Norte do Paraná iniciasse suas operações. 

Sede de O Diário do Norte do Paraná que funcionou simultaneamente com a Anderson Clayton e, depois, com a Garagem Municipal. 

A Anderson Clayton funcionou no local até meados de 1977. O jornal seguiu no prédio até 1985, quando transferiu-se para o atual endereço, na avenida Mauá. 

Como a Prefeitura de Maringá havia adquirido o imóvel em 1978, o Executivo decidiu instalar no local a Garagem Municipal a partir de 1982. Em maio de 1995, o Município divulgou o interesse de construir no local as novas instalações do Terminal Rodoviário, o qual viria a ser inaugurado em 1998.

Garagem Municipal em 1982. Na área foram instaladas alguns serviços de apoio dessa pasta do Executivo: administração, borracharia, oficinas, guaritas de controle e refeitório. Anteriormente, o espaço foi ocupado pela Anderson Clayton. 

Fonte: Acervo Maringá Histórica / Contribuição - Marco Antonio Deprá / O Jornal, de 10 de maio de 1969 / O Diário do Norte do Paraná, de 19 de março de 1982. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário