2 de mar de 2017

Rodoviária Américo Dias Ferraz


Tendo sua obra iniciada no final dos anos 1950, a Rodoviária Municipal de Maringá foi concluída em 1962. 

A fim de homenagear o prefeito que propôs aquele projeto, em 1983 o espaço ganhou o nome de Américo Dias Ferraz, personagem que havia falecido naquele ano. 

Infelizmente, em 2010 a Estação Rodoviária perdeu a disputa para a especulação imobiliária e começou a ser demolido. 

Fontes: "A outra estação", Acervo Maringá Histórica, Gerência de Patrimônio Histórico de Maringá e Museu Bacia do Paraná.

Um comentário:

  1. lembro na primeira vez que conheci Maringa, eu tinha 11 anos isso em 1993, eu fiquei maravilhado pelo tamanho do predio da estacao adorava subir as escadarias e ficar na parte de cima olhando os onibus chegando e aquele monte de pessoas saindo e entrando nos onibus, bons tempos que nao voltam mais.

    ResponderExcluir