23 de jun de 2009

Odwaldo Bueno Netto

Este foi o proprietário do segundo cinema de Maringá - O Cine Maringá. Na época, fins de 1940, não possuia nenhuma estrutura, os filmes eram veículados em um tecido esticado no final de um terreno da avenida Brasil (atual Lojas Riachuelo). O público tinha de levar as cadeiras e banocs de casa para assistir as sessões.

Transferiram o cinema para a Avenida Getúlio Vargas já no início da década de 1950, para uma estrutura infinitamente maior e melhor.

Odwaldo Bueno Netto, dentre muitos outros cargos em entidades de classe, ocupou a presidência da ACIM na 4ª Gestão, em 1958. Mas pediu o afastamento do cargo, quando assumiu pela primeira vez Ermelindo Bolfer.

Fonte: Centro de Documentação Luís Carlos Masson; Acervo Bueno Netto; Departamento de Patrimônio Histórico da Secretaria de Cultura de Maringá e o livro Maringá, ontem, hoje e amanhã do historiador Arthur Andrade.

4 comentários:

  1. Prezado Miguel Fernando. Somente 9 linhas para falar sobre Odwaldo Bueno Neto?

    Abraços

    Wellington - (Manaus-AM) well1949@gmail.com

    ResponderExcluir
  2. Miguel
    Esse livro citado acima "Maringá, ontem, hoje e amanhã", ainda existe para adquirir?

    ResponderExcluir
  3. Miguel
    Esse livro citado acima "Maringá, ontem, hoje e amanhã", ainda existe para adquirir?

    ResponderExcluir
  4. Tenho orgulho de ter sido um pioneiro-fundador da Cidade de Maringá, Fui muito amigo de Odwaldo Bueno Netto e de seus filhos, particularmente o Carlinhos, o Peter e a Bárbara, nas domingueiras do Aero Clube.Lembro do cinema na Avenida Brasil, e lá assisti alguns filmes. Depois teve-se o Cine Maringá inaugurado com muita festa e com a presença de artistas e pessoas consagradas no cenário artístico nacional. O cinema pioneiro na cidade foi o Cine Horizonte na Vila Operária. No mesmo tempo houve um cinema pequeno no Maringá Velho, que incendiou, e que foi de propriedade do Joel e de sua esposa, Doroty. Mais tarde tivemos o Cine Paraná, uma sala também ampla. No romance que escrevi FEITIÇO DA TERRA faço alusão a fatos inerentes. Um abraço carinhoso aos meus amigos da Terrinha de Maringá, aqui das Montanhas Formosas de Marechal Floriano-ES, onde estou radicado.

    ResponderExcluir